Terceira lei de equivalências: O que as mulheres querem dizer segundo o que estão falando : Atención Viandante - Un Blog de Humor
Google

martes, enero 08, 2008

Terceira lei de equivalências: O que as mulheres querem dizer segundo o que estão falando

Buenas Buenas, Queridas y Queridos Viandantes...

Para que no se diga que no trabajo aún en mis vacaciones... aquí un mini bonus track con el texto de la Tercera Ley de Equivalencias en Portugués, mientras hago un parate de tanto hidromasaje, golf, triunfos en el ping pong y concentración para inspirarme y lograr ya todo un tratado completo nuevo que pronto verán en las próximas clases y más de la Serie Si La Vida te Da Limones.

Por ahora, agradecer a la gente de Miradores del Golf, donde estoy disfrutando tanto.

Ahora sí, el bonus track y me retiro.

Terceira lei de equivalências: O que as mulheres querem dizer segundo o que estão falando



Ante uma viagem



- "Não gaste, meu amor. Você não precisa ligar pra mim." O que em realidade estão falando é "você DEVE ligar pra mim. Pois, além disso, tem que saber em que horário é melhor pra mim!!!”.



- "Meu bem, você não precisa comprar-me nada. Desfrute a sua viagem" O que elas querem dizer é "Acho que você vai me comprar alguma coisinha, não importa que eu fale que não, porque para você tem que ser mais importante ver-me sorrir ao receber o seu presente que sua economia".



- "Coração de melão, porte-se bem, sinta saudade de mim" Quer dizer "Si eu sei de algo vou cortá-lo!! E perca cuidado, vou sabê-lo!!”.



Ante uma briga

- "Ta bem, você saberá" Esta situação é de muito cuidado... Estamos caminhando pela fininha linha do "Você me paga, coitado!”.

- "Quem está gritando?????? Eu NAO estou gritando!!!!!!" Acredite em mim, você não queira saber quando ela realmente estiver gritando.

- "Não fiquei brava" Quer dizer "Você acaba de desatar a ira de Belzebu!!!!!!!!” ·.

Perguntas retóricas que procuram uma resposta

- "Estou gorda?"
A resposta automática sem nem sequer parar pra olhar tem que ser "Não".

O "Não" deve soar como o de juiz de linha do tênis trás um tiro errado pelo Nalbandián.
Seco y forte: "Não". E automaticamente cambiar o tema ou afundar-se no mais profundo silêncio enquanto você assiste a ESPN.

Erros comuns:

1- Deter-se a olhá-la antes de responder. Erro grave. Você o deveria saber sem olhá-la.

2- Exceder-se na resposta. Dizer, por exemplo: "Não, meu bem, você está lindíssima!!" e dar-lhe um beijo. ´

Automaticamente será visto como um:

"Sim, a verdade sim, mais como levamos já um tempão juntos e estou acostumado, bom... conformo-me com você. De passagem me resulta menos incomodo que procurar outra, mais cree-me, o pensei mais de uma vez.”

Quando a gente se excede na resposta não fazemos um bem, senão que abrimos uma caixa de Pandora que há que manter fechada.

E como sabiamente fala o Adrián Gómez:



E bom saber que a uma mulher não há que fala-lhe a verdade jamais, mas não há que menti-lhe.
A uma mulher não há que ignorá-la, mas também não há que roga-lhe.
A uma mulher não há que incomodá-la, mas também não há que lisonjeá-la em excesso

Talvez, a melhor resposta pra o caso em que ela pergunte: estou mais gorda? Seja um cálido sorriso, uma suave caricia no rosto, um pequeno belisco na bochecha e um firme:

deixa-me de romper os ovos!





6 comentarios:

Mariana dijo...

que?

Nevermind dijo...

A pesar de que no se un corno de portugues (menos de brasilero), traduzco la parte final (lo que dice Adrain Gomez) para aquellos en el video no lo cazaron bien, y leyendo ni siquiera saben donde empezar...

N.delT.: Traducción libre y muy así nomás, no me rompan los huevos con tecnicismos porque ya dije que no sé portugues. Si alguno sabe y quiere corregir para aclarar, bienvenido.

"Es bueno saber que una mujer no hay que decirle la verdad nunca, pero tampoco hay que mentirle.

A una mujer no hay que ingorarle, pero tampoco perseguirla.
A una mujer no hay que incomodarla, pero tampoco adularla en exceso.

Tal vez, la mejor respuesta en caso de que ella pregunte "estoy gorda" sea una cálida sonrisa, una suave caricia en su rostro, un pequeño pellizco en la mejilla, y un firme:
deix-ma de romper os ovos!"

Luciana dijo...

No entendí nada...

Al final acá me hablan en otros idiomas, el profesor da clases cuando quiere.....
esto asi no va mas!!!

Digan que los quiero mucho y los banco a muerte zonzitos!!!
jaja!!!!!!!

Besos!

Dayana dijo...

Pobre pulpillo diablillo, no lo dejan tener vacaciones!
No ven que necesita oxigenarse un poco ese pobre bicho de mar? (bicho con cariño. Si fueras insecto serías bichito de luz por lo brillante y porque te gusta andar metido entre la fauna nocturna :P).

Hay que armar un picnic virtual para unos de estos días, fines de enero/principios de febrero. desde la fiesta de aniversario que no hacemos uno y ese estuvo muy bueno! qué opinan?

Cronos27 dijo...

Oiga Profe yo se que es dura la vida del docente y que necesita sus aires y espacios pero no puede usted asi no mas desentenderse de sus estudiantes destacados que prioritarizan (que palabrota e pulpo?) sus estudios ante cualquier festividad.

No deje que se me valla Luciana de la clase profe, aunque aqui entre nos no creo que lo haga.

Y a ti Luciana Bella como la Aurora Boreal vista desde un corvette descapotable con dos copas merlot el portillo en la mano, telele paciancia al pulpo que viene con todo... creo yo.

Au Revoir

psicodelirium dijo...

ains que risas, si necesitas una traducción al español, te la hacemos.

Un saludo.

Texto Original de Atención Viandante. Si lo usás, citá la fuente